Loading...

Avaliações

Quando uma imagem além dos limites da pintura

Arq. Gabriel Santinelli
A obra “Mundos íntimos” vai ser usada nas aulas teóricas dos cursos de grado e post-grado, sobre a utilização da cartografia como um gatilho para um projeto urbano, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Nacional de La Plata (UNLP).

“A imagem de sua obra e muito sugestivo, desperta uma infinidade de leituras, entre as quais pode ser interpretado como a imagem aérea de uma cidade. Os traços e as manchas desfocadas da obra, foi o motivo pelo qual eu decidi usá-la nas aulas teóricas que geralmente eu dou na Faculdade de Arquitetura da UNLP, e também na aula de Comunicação Visual, e num post-grado da Faculdade de Humanidades da mesma universidade (UNLP)”.

 

(Arq. Gabriel Santinelli)

Conceitos do Prof. Francisco Villalón

Primeiro, quero te dizer que gosto muito das suas obras. Em elas eu posso apreciar o seguinte: uma perfeição na composição, com perfeito equilibro entre as construções harmoniosas cheias de cor, e os espaços de limpeza absoluta, que num jogo coerente de formas, espaço e cor dão profundidade e mistério à uma obra que se apropria da liberdade criativa.

Parabéns!! Com carinho

Francisco Villalón

Francisco Villalón

Silvia Soustiel acordo Professor Roffé

De um tempo para aca, se a obra de esta grande pintora e sua evolução foi excelente, hoje eu posso dizer-lhes que a gente esta em presença de uma Grande Artista. Desde seus começos, de uma abstração pura para umas paisagens e figurações inimagináveis.

Isso que eu falo vou resumi-lo em três das obras dela: “Identidade Fragmentada” onde o azul envolve sua obra como as personagens que moram lá. “O retorno das linhas”, onde podemos olhar a força da cor e sua composição, e “Construção deslocada II” que tem todo o que falei dos outros dois.

Silvia Soustiel é um prazer que você segue pelo Caminho Grande, você vai alcança-lo. Adiante.

Prof. Fortunato Roffe
Perito de Arte e Joias na Justiça

Silvia Soustiel acordo Laura Garimberti

Silvia Soustiel, arquiteta de formação, trabalha a partir de uma linguagem abstrata. Dali, e através das pinceladas dela, impressiona a força interior que contém em seu trabalho. As cores são os protagonistas de sua obra, assim é como aparecem azuis e turquesas vibrantes, amarelos e laranjas cálidos, brancos e pretos neutros, e vermelhos ou tal vez verdes… todos eles terminam mostrando curiosas composições, cores aplicadas a partir do estado de ânimo ou a inspiração do momento.

A obra toda de Soustiel é regulada em seu desenho, um recurso de composição fundamentado numa bem aplicada lei: dinamismo com equilíbrio.

Laura Garimberti
Diretora de Imaginario Galeria de Arte